Trabalhadores dos Correios avaliam greve na semana da Black Friday[/gpt3] – Blogdogesso.com

ALY8t1sDwpbT3OHK3otVyRXij48fSW4ORtwfVVNNyKPQebx6YYcJl5VZSQvBQb ZhPx5OqFH74pbDHmXFUqXkNghdv XWTNsA1Y MHcfgNXpiTOB9JbjIjipEzJak eoBWADByh2 AEXj1vED271B0vB23nFzskJlJ MPYWkcW2Ye8AyGowi5YwTjxQNfp26jY0ZNyajy66h3ou3sHhf mTh2Qs9 oLj0LWCcEdZHJHw1200 h630 p k no nu


Os sindicatos dos Correios das cidades de São Paulo e Bauru (SP) e dos estados do Rio de Janeiro e Maranhão, representados pela federação Findect, colocam em votação entre esta quarta-feira (22) e a quinta-feira (23) proposta de início de greve por tempo indeterminado, a partir da véspera da Black Friday.

Segundo a Federação Interestadual dos Empregados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Findect),o sindicato dos Correios em Tocantins já aprovou a paralisação e que os trabalhadores dos outros locais já haviam decidido pela greve.

correios fazem entrega em todo o pais inclusive nas regioes mais remotas edited
Foto divulgação

“Representamos 40% do efetivo nacional dos Correios e 60% do fluxo postal do país. Atualmente há 36 sindicatos de trabalhadores dos Correios no Brasil. Um ponto crucial é a não incorporação de 250 reais ao salário base, uma afronta direta aos trabalhadores que contradiz o que foi negociado na mesa de negociação coletiva”, afirmou a entidade em comunicado à imprensa. A proposta de pagamento desse montante em ‘passos’ não apresenta benefícios concretos e coloca em risco a estabilidade financeira da categoria”, acrescentou a Findect.

[/gpt3]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.