Projeto de Luiz Gastão visa garantir a liberdade do funcionamento do comércio[/gpt3] – Blogdogesso.com

ALY8t1tbKccOEY3IvxcNwwZi7kz0a28fIV96MxAQlg3m30dmR9fzz2h xrdibw7xUXeyGX1eCGLTed vM40zOpUEdEKc4rWu4l3mpstjUMohH5y8CLgB16HAQxopnIVZk3c7v8fAMitSP2sw1200 h630 p k no nu


Gastao
De acordo com o deputado federal Luiz Gastão (PSD), é necessário tempo hábil para se discutir uma pauta de grande impacto na economia (Foto: Reprodução/ANC)

Câmara Federal aprovou o regime de urgência para o Projeto de Lei do deputado Luiz Gastão (PSD). A iniciativa busca permitir que o comércio tenha a liberdade de funcionar aos domingos e feriados. Se for aprovada, a medida torna sem efeito uma portaria do governo que visava proibir o funcionamento de parte do comércio nestes dias específicos.

Em coletiva de imprensa, o deputado argumentou que a medida do governo teria um forte impacto econômico. Por essa razão, o parlamentar saiu em defesa de uma discussão mais ampla antes de qualquer tomada de decisão. “Nós apresentamos esse projeto com vistas a dar condições de que o comércio e os serviços possam abrir normalmente. Nada contra que se busque a negociação, mas não se pode mudar a regra sem que haja tempo para negociar”, justificou. 

Ainda de acordo com Luiz Gastão, a portaria limita e tira a liberdade de opção. Para o deputado, aprovar a portaria que proíbe o funcionamento, sobretudo nesta época de alta procura por trabalhos temporários, empresários e colaboradores. “Nós estamos no final do ano, período em que mais se precisa dar opção. Quem trabalha nesses dias sempre recebe dobrado ou um valor diferenciado, tudo negociado”. 

Gastão também apresentou um projeto que torna sem efeito uma portaria do Ministério do Trabalho e Emprego. Com a iniciativa, a pasta pretende instaurar o funcionamento de estabelecimentos em domingos e feriados somente mediante à legislação municipal ou através de um acordo com os sindicatos trabalhistas.

[/gpt3]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.