Novo salário mínimo de R$ 1.412 começa a ser pago nesta quinta-feira (2/1)– Blogdogesso.com

AJ0KDdVIVvF5mSAGM8ddDWiuBzIRFcddUjt4ZsYKejUqVD oxPSx dfBYN2inNnBpNqe8haMtmCS8sXtRzoD9hnHHdC6LHTvl655F NUC2a9hOOgQ3Iiq0hcfVJf7OxPHQGZl0njMUo5Qww1200 h630 p k no nu

dinheiro

O novo salário mínimo começa a ser pago nesta quinta-feira (1º/02). O reajuste para R$ 1.412, 3% acima da inflação, beneficiará trabalhadores, aposentados, pensionistas e beneficiários de programas sociais. O valor representa um aumento de 6,97% em relação aos R$ 1.320 vigentes no ano passado. Segundo o Governo Federal, esta é uma das estratégias para reduzir as desigualdades no Brasil, garantindo que os brasileiros tenham um ganho real e sejam incluídos no crescimento econômico.

O cálculo considera a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de dois anos anteriores, além da inflação do ano anterior, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). ).

Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), 59,3 milhões de pessoas têm o salário mínimo como referência de renda. O reajuste, portanto, poderá resultar em um aumento na receita anual de R$ 69,9 bilhões.

O reajuste do salário mínimo é uma medida prevista na Constituição brasileira. Pela legislação, o salário precisa ser reajustado (pelo menos) com base na inflação, para garantir o poder de compra da população.

Ganho real com o novo salário mínimo

Ao descontar a inflação pelo INPC, o salário mínimo terá um ganho real de 5,77% em relação a maio de 2023, quando entrou em vigor o salário mínimo de R$ 1.320. Se considerarmos o salário mínimo de R$ 1.302, que vigorou de janeiro a abril, o ganho seria menor, de 4,69%. Isso porque o INPC, índice que mede a inflação das famílias de menor renda (até cinco salários mínimos), era maior no início de 2023.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.