Fake news apontando morte do músico Manoel de Jardim em Juazeiro repercutiu esta noite– Blogdogesso.com

f

Notícias falsas tomaram conta das redes sociais e repercutiram nesta noite em Juazeiro e região do Cariri. O texto da fake news relata o assassinato do músico Manoel de Jardim, de aproximadamente 65 anos. O próprio autor da notícia falsa afirma não ter mais detalhes sobre esse “homicídio em Juazeiro” e apenas lamenta a morte do artista. Em outras postagens, igualmente falsas, o corpo de um homem ensanguentado é mostrado na cama.

De imediato, a reportagem do Site Miséria manteve contato com a Ciops (Coordenação Integrada de Operações e Segurança), que negou qualquer homicídio em Juazeiro. O músico e radialista Joca Cariri recebeu ligações da família de Manoel do Jardim que estava desesperado e queria vir para Juazeiro, que ele tentou acalmar. O produtor cultural do Crato, Kaika Luiz, repostou a notícia falsa em suas redes sociais e depois tentou excluí-la e pedir desculpas, lamentando esse tipo de gente que se ocupa em espalhar notícias inverídicas.

Por outro lado, pessoas que o conhecem passaram a procurar Manoel de Jardim nos pontos que costuma frequentar, encontrando-o no Cariri Shopping. “Que história maluca esse cara”, disse Manoel nos vídeos em que gravou com os interlocutores da boa notícia. Em outra gravação ele brincou: “Nem morri e nem tenho ciúmes de quem já morreu”. Logo, vídeos com Manoel começaram a circular nas redes sociais com o objetivo de “desmontar” fake news.

No dia 27 de julho de 2015, o site Miséria divulgou uma notícia mostrando as condições em que vivia Manoel de Jardim, perambulando pelas ruas de Juazeiro e dormindo em frente à agência da Caixa Econômica Federal. Na época, o texto foi considerado um “retrato fiel” dos resultados das drogas e do alcoolismo. “Uma carreira que poderia ser promissora se vê “jogada” na calçada e sem perspectiva de vida mais longa”, apontava o texto. Manoel

f

e Jardim é um excelente contrabaixista e toca Fviolão como ninguém.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.